Uma Corda, Um Cordel

Menu

Ser mãe

por Silva Júnior

Compartilhar

Algumas perguntas são simples,

São bem simples de se responder.

Outras, nos vem com uma certeza

Que resposta nenhuma no mundo vai ter.

E para você, o que é ser mãe?

Esta é uma pergunta, de estremecer!

Digo que ser mãe não é padecer

Como tantos e tantas dizem por ai!

É doar, entregar a própria vida

Sem jamais pensar em desistir.

Ser mãe é viver uma outra vida

E sem dessa vida sequer usufruir.

Ser mãe é ter o coração fora do corpo

E em nenhum momento por isso reclamar.

Pois sabe que valem todos os sacrifícios

Para aos seus filhos poder acalentar.

É ter dentro de si um amor incondicional

E não medir esforços para a cada um amar.

Ser mãe é cuidar com todas as forças

Mesmo que as forças venham a faltar.

É retirar de onde ninguém mais consegue

Disposição, garra, para a sua prole cuidar.

É agradecer por ter sido a escolhida

Para no seu ventre um filho gerar.

Ser mãe é se doar por completo

É completar o que está a faltar.

Esquecendo de si muitas vezes

Para aos filhos(a) o melhor sempre dar.

É ser força, quando a fraqueza lhe bate

É estar disposta a sempre cuidar.

Ser mãe é uma experiência divina

Que só assim sendo, para poder explicar!

O amor que exala por todo seu ser

De forma gratuita sem nada cobrar.

É uma formula secreta que Deus criador

Usou, jogou fora, para não mais encontrar.

Ser mãe é cuidar por toda a vida.

Do bebê, adolescente, do adulto brigão!

É chorar as escondidas suas dores,

Sabedora o quão árdua é sua missão.

É não recuar ante ao golpe sofrido

Mesmo que sangre, machuque o seu coração.

Ser mãe é passar em claro as noites

Esperando ansiosa o filho(a) voltar

Do passeio, do trabalho, das baladas!

Com os joelhos doidos no canto a rezar.

Pedindo ao Deus pai proteção

Para em paz seu tesouro chegar.

Ser mãe é fazer-se de cega,

Surda, muda, para viver melhor.

Pois sabes que o fruto, ora imperfeito,

Precisarás de carinho mas também sentir dor.

E mesmo sofrendo, coração partido

Deixa acontecer, tão dura forma de amor.

Ser mãe é proteger, mesmo sem merecer!

Pois o amor que lhe move é sempre maior.

Maior que a decepção, que o mal cometido,

Pois o filho, pra mãe, está acima da dor.

Só outra mãe pra entender e também perdoar

Pois no sofrimento de mãe também tem amor.

Ser mãe é amar, curtir cada momento,

De um rebento que ainda irá nascer.

Não importa, se legitimo ou adotado

Mãe tem amor, para dar e vender.

Mãe ama! Ama, ama, e pronto!

Mãe é flor, mesmo sem florescer.

Ser mãe é tudo isto e muito mais!

Nos meus versos eu tento mostrar,

O quão verdadeiro, bonito e puro

É o coração de mãe, não importa o lugar.

Ser mãe é amor em qualquer parte do mundo

É uma obra divina, cuja missão, é amar.