Uma Corda, Um Cordel

Menu

Se não fosse a firmeza dos meus pais. Neste mundo hoje eu estava perdido

Minha mãe sempre disse e confirmava

Esse menino já nasceu sem fundamento

Veio ao mundo assobiando e até falava

O gênio ruim já mostrou no nascimento

Não ficava quieto um só momento

Até papai que sempre foi comedido

Parecia até estar arrependido

Ao gritar em bom tom: - Acabou a paz!

Se não fosse a firmeza dos meus pais

Neste mundo hoje eu estava perdido

Com seis meses já corria no terreiro

Não ficava uma pena na galinha

Na merenda eu já chegava primeiro

E no café quebrava tudo que tinha

Misturava o açúcar na farinha

Quem olhava ficava até aturdido

E dizia: - Esse ai vai ser bandido

É um cão! Não tem quem o eduque mais.

Se não fosse a firmeza dos meus pais

Neste mundo hoje eu estava perdido

Na escola mamãe me matriculou

No portão entregou a professora

Os cuidados a direção reforçou

Da assistente, até a coordenadora.

Falo assim porque sou a genitora

Foi de mim que esse cabra foi parido

E embora seja o meu filho querido

Terá momentos que vocês vão dar pra trás.

Se não fosse a firmeza dos meus pais

Neste mundo hoje eu estava perdido

Em dois dias já mostrei a danadice

Que aflorou devido ao meu gênio ruim

Para o mau, tinha uma espertice

Que claramente não foi boa para mim

Pois cedo ou tarde ia me levar pro fim

Muito embora tenha sido advertido

Os conselhos reiterados ao pé do ouvido

Que sem eles iria piorar demais.

Se não fosse a firmeza dos meus pais

Neste mundo hoje eu estava perdido

Aos quinze anos eu ainda fiz pior

Na cidade levava uma vida louca

Armações, eu criava era sem dó

A ruindade, no coração não era pouca

Meu prazer era em criar muvuca

Pra depois escutar o alarido

Sensação de prazer, dever cumprido

Ao armar, me dando bem, sendo sagaz.

Se não fosse a firmeza dos meus pais

Neste mundo hoje eu estava perdido

Minha gratidão a painho e mãinha

Que diariamente, nunca desistiu de mim

Mesmo quando eu tirei o pé da linha

E minha vida, estava perto do fim

Só faltava acender o estopim

Para que, tudo fosse explodido

Graças a Deus estavam sempre comigo

Sem recuar e me abandonar, jamais!

Se não fosse a firmeza dos meus pais

Neste mundo hoje eu estava perdido