Uma Corda, Um Cordel

Menu

As topadas de Anunciação

A cidade campesina

Encravada no sertão,

De nome, Anunciação,

Traz consigo uma rotina

Ou quem sabe uma sina

Que causa um mal estar.

As mulheres do lugar

Traem com facilidade

A tal da infidelidade

É fácil de encontrar.

Vez por outra acontece

Na cidade, um quebra pau.

A mulher do Ladislau

Que às vezes desaparece

E só quando anoitece

Retorna para o seu lar.

O cabra a desconfiar

Causa grande confusão.

Neste dia o sertão

Tem muito pra comentar.

Não se fala em outra “brisa”

Todos dão opinião:

- Faz tempo, “né” de hoje não!

- Dizem até que Adalgisa,

Com aquela cara lisa

Bota galha no José!

O pobre envolto na fé

Não tem nenhuma maldade.

Pregando a caridade

Esquece até da “muié”!

...

Adaptado de um causo contado por Rolando Boldrin

Versão de Amostra

Essa é apenas um pequeno trecho da obra completa.

Comprar Cordél